Boia salva-vidas

Viver à tona é como andar sob um muro, sem nunca saber quando vamos dar um passo em falso e cair. É nunca saber quando a mínima coisa nos vai fazer desabar, é viver sempre com um pé no Inferno e outro no Paraíso. É o permanente sentimento de que nos venderam um barco furado,… Continue lendo Boia salva-vidas

Advertisement

“Sem titulo”

Que consigas sempre ser grande nas tuas intenções, genuíno nos teus actos.Que sejas luz e amor nos caminhos por onde passas.Que acrescentes leveza nos corações em que tocas.Que consigas ser sempre porto de abrigo para os teus, que sejas uma rocha no meio do vendaval. Sê luz na escuridão, e abraço nas lágrimas.Que sejas sempre… Continue lendo “Sem titulo”

Somos estações

Era Outono.... Debaixo de uma árvore, num qualquer banco de jardim eu ia medindo o passar do tempo através dos acontecimentos. Sentia-me amarelecida e murcha como as folhas. Tudo era uma dificuldade, e tudo me tirava o sossego. Lá fui destruindo barreiras, umas atrás das outras. Inverno.. As barreiras eram cada vez mais dificeis, o… Continue lendo Somos estações

Como imagino a minha reforma

Tenho uma certeza mais ou menos inabalável de que vou viver até ser bem velhinha, e como tal, imagino várias vezes a minha vida de reformada. Ainda falta muito tempo, claro, e ainda tenho muita sopa para comer (risos, muitos risos), mas é algo que consigo visualizar sem dificuldade. Vejo-me rodeada de netos, uma casa… Continue lendo Como imagino a minha reforma